Articles

Habla Rita

Recomendação Tintos&Tantos

Habla Rita

Um vinho francês, de Côtes de Provence, da espanhola Bodegas Habla. Um projeto bastante audacioso, sem dúvida. E de muito sucesso, também.

Tanto na caixa como na garrafa a gente pode ler, em espanhol e em francês: “Rita é uma homenagem às grandes estrelas do período dourado de Hollywood dos anos quarenta. Um vinho sensual e delicado, fresco, atrevido e de exuberante glamour”. Impossível não pensar em Rita Hayworth, uma das atrizes mais icônicas da história do cinema.

O formato da garrafa é diferente, feminino, insinuante e muito sedutor. Mas o que mais chama a atenção é, sem dúvida, o fechamento. No lugar da rolha, uma tampa de vidro confere ainda mais elegância ao Habla Rita.

O vinho é produzido a partir das cepas Syrah e Grenache cultivadas com os princípios da viticultura biodinâmica, considerada a prática extrema dos princípios orgânicos, valorizando o solo e a planta em seu habitat natural. Se quiser ler mais sobre práticas ecologicamente sustentáveis de cultivo da vinha e de produção de vinhos, clique aqui.

Ao degustar o Habla Rita, sobressaem ao nariz aqueles aromas de frutas vermelhas como framboesa e morangos, com alguns toques cítricos, de folha de louro e de especiarias.

Por falar em aromas, Habla Rita tem a complexidade aromática esperada dos bons exemplares da Provence, que se beneficiam do método de amadurecimento sur lies, ou seja, de amadurecimento em contato com as células mortas das leveduras, após a fermentação. Nesse caso, sem barrica de carvalho, e sim em tanques de aço inoxidável.

Servir esse vinho a aproximadamente 10°C é o meio termo ideal para que ele mantenha sua característica refrescante, mas libere todo o potencial dos seus aromas, e para que não tenhamos uma percepção alcoólica exagerada dos seus 13% muito bem equilibrados, aliás.

De alta qualidade, esse é um vinho rosé ideal para paladares exigentes.

Na boca, ele mostra-se cremoso e persistente. Ainda bem, porque dá vontade, mesmo, de não esquecê-lo mais.

“Nunca houve uma mulher como Gilda”, personagem mais emblemático da carreira de Rita Hayworth. Degustar esse vinho nos faz pensar que, também, nunca houve um rosé como Habla Rita. Vale a pena conhecê-lo!

À título de curiosidade, a safra que provamos e aprovamos foi a de 2015. E quem traz o Habla Rita para o Brasil é a importadora Hispania Vinhos.

Nossa sugestão de harmonização para o Habla Rita? Alcachofras regadas com azeite. Ou risoto de salmão servido com folhas de rúcula. Ou então as delícias da picante culinária asiática.

Não poderíamos finalizar sem contar a razão do nome da vinícola: Bodegas Hablas.

Trata-se de uma homenagem ao italiano renascentista Michelangelo, que ao concluir a estátua de Moisés, considerada a mais perfeita escultura desse artista, bateu no mármore, gritando “parla, parla”. Assim como Michelangelo, a Habla prima pela busca da contínua perfeição.

Se quiser conhecer um outro rótulo que também recomendamos, da espanhola Bodegas Habla, a produtora desse excepcional rosé, clique aqui.

Para terminar, se quiser saber mais sobre a produção de vinhos na região francesa vitivinícola de Côtes de Provence, clique aqui.

E, se quiser saber mais sobre a Recomendação Tintos&Tantos, clique aqui.




Artigos mais lidos