Articles

Avañate

Recomendação Tintos&Tantos

Avañate

Todo vinho tem história. Umas são melhores do que as outras. Essa é espetacular!

Essa história começa com um casal, e as vinhas deixadas pela matriarca da família. Vinhas velhas, algumas com mais de 100 anos de idade, e a quase 900 metros de altitude.

Havia uma pequena produção de vinho, apenas para o consumo familiar, mas que se observava ser de tão alta qualidade, que virou em 2010 um projeto de abrir uma pequena vinícola, para produzir o vinho que tanto gostavam para quem também quisesse apreciá-lo.

Os números são expressivamente pequenos: apenas 2,5 hectares de vinhedos. Dez barris em uma adega que fica na casa onde mora a família. Apenas cerca de 3.000 garrafas por safra.

O rótulo chama-se Avañate, que significa “vá em frente”.

E esse vinho não poderia ser mais artesanal. Da colheita, ao processo de vinificação, e até de engarrafamento, tudo é feito manualmente. Isso é um típico vinho de autor. O nome do autor? Víctor Martínez Hernando. Sua vinícola? Vinum Vitae. Se quiser ler mais sobre vinhos de autor, clique aqui.

Mas, se os números são pequenos, o reconhecimento é grande. Com tão pouco tempo e tão baixa produção, o Avañate cruzou as fronteiras da denominação de origem Ribera del Duero, e da Espanha, sendo exportado e premiado internacionalmente. É uma história impressionante.

As uvas Tempranillo de altíssima qualidade, provenientes de vinhas com rendimento reduzido, são fermentadas em tanques de aço inoxidável, com controle de temperatura. Depois da fermentação alcoólica concluída, o vinho passa por fermentação malolática, a fim de atingir um patamar superior de complexidade. Se quiser saber mais sobre esse processo, clique aqui.

O Avañate passa, também, por um período de 12 meses de amadurecimento em barris novos de carvalho francês. Sem filtragem, estabilização, ou outro tipo de tratamento que possa ser considerado mais industrial, o vinho é engarrafado, e aguarda por outros 12 meses até ser comercializado.

O que se obtém, depois de tanto capricho, é um vinho excepcional, trazido pelo Brasil pela importadora Hispania Vinhos.

Seu aspecto visual é brilhante, com uma cor intensa que varia do rubi ao púrpura.

Seus aromas e sabores são ricos e divididos em camadas que vão surgindo com o tempo, e eles lembram ameixa, café, caramelo, e um toque amadeirado e de frutas secas, como castanha. Também encontramos especiarias picantes que trazem ainda mais vivacidade para esse vinho.

Pense em equilíbrio, e você o encontrará no Avañate. Ele tem a acidez necessária para lhe dar o devido frescor, uma excelente estrutura, taninos presentes e macios, e um teor alcoólico de 14% bem equalizados.

A safra que degustamos foi a de 2013, que se mostrou com um caráter muito impressionante. Um grande vinho.

Nossa sugestão para bem apreciar esse vinho é servi-lo a aproximadamente 16°C. Não cometa o pecado de não resfriá-lo um pouco, se a temperatura ambiente estiver muito diferente disso, o que é bastante comum em um clima tropical como o nosso.

Para harmonizar, escolha tudo aquilo que for suculento, como de fato é, também, esse vinho. Uma ideia? Carne de cordeiro com molho de hortelã. Outra ideia? Costelinha de porco ao barbecue.

E, se quiser saber mais sobre a Recomendação Tintos&Tantos, clique aqui.




Artigos mais lidos